Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.

Testemunhos

"O meu corpo não só aguentou todos os tratamentos como também os resultados das análises foram acima do expectável. O peso manteve-se."*

Isabel Marques

“É com enorme alegria que venho partilhar a minha história.
Quando me foi diagnosticado, no início de Março último, um tumor maligno na zona anal que se tinha espalhado para o recto e zona pélvica, a minha maior preocupação não foi o tumor “enorme” segundo o diagnóstico, mas sim como iria o meu corpo, já tão frágil, aguentar os tratamentos tendo eu tão pouco peso.
Na realidade o meu peso rondava os 40 kg e apesar da minha baixa estatura, não deixava de ser “peso abaixo”. A noção exata de que no último ano tinha descurado a minha alimentação a ponto de saltar praticamente todas as refeições, deixavam-me deveras apreensiva. Assim, o choque da revelação foi duplicado pelo receio de não aguentar. Não colocava em causa o sucesso das terapias que me indicavam, como tendo um sucesso na ordem dos 80%, mas sim se o meu corpo as aguentaria dado que (segundo o que ouvira, a norma era perder-se peso neste tipo de tratamentos). 
No IPO e hospital de dia de S. Francisco Xavier explicaram-me a sequência dos tratamentos; deram-me a conhecer os muitos e prováveis efeitos secundários e facultaram-me lista dos alimentos que podia e não podia comer. Soube que a parte mais afetada do meu corpo, nos tratamentos, sobretudo radioterapia, seriam os intestinos e qualquer alteração, seria importante de comunicar.
Estava pois bastante preocupada quando um dia, num puro acaso, a Dra. Teresa Branco encontrou-me e sabendo do meu recente diagnóstico, convidou-me, convictamente, a marcar consulta no seu instituto e com ela.
Pela sua grande gentileza, não tive coragem para recusa pelo que marquei consulta, mas intimamente não percebia onde poderia a Dra. Teresa Branco ajudar-me pois julgava que na sua clínica apenas se tratava a Obesidade. Imediatamente percebi o disparate de tal julgamento quando a Dra. Teresa começou a explicar-me o que os tratamentos me iriam provocar no organismo e, para meu espanto, referia os alimentos que podia e não podia comer, exactamente os mesmos que eu tinha na lista fornecida pelo IPO. Mas ia alem disso, explicando-me o porquê de não poder comer e os benefícios da dieta que me era imposta.
À medida que ia falando, tudo começava a fazer sentido no meu espírito e o medo de não aguentar dissipava-se como que por magia. Surgiu um forte sentimento de que seguisse à risca os seus conselhos e indicações… Iria ultrapassar!
O resultado dos meus tratamentos foram um sucesso. O meu corpo não só aguentou todos os tratamentos como também os resultados das análises foram acima do expectável. O peso manteve-se. Dos muitos efeitos secundários possíveis, apenas tive os mais brandos e toleráveis.
Estou convicta de que se não tivesse compreendido o sentido da dieta teria caído na tentação, uma vez que me estavam proibidos os alimentos que mais gostava. 
Estou convicta de que se não tivesse havido aquela consulta, hoje continuaria em tratamento.
Por tudo isto, não posso deixar de lhe manifestar o meu sentido obrigada pelo tempo e conhecimento que me ofereceu e um sincero pedido de desculpa por julgar que apenas poderia ajudar na obesidade.”
Isabel Marques

 

Deixe-nos ajudá-lo a cuidar de si! 211 337 138geral@teresabranco.com

Partilhe nas Redes Sociais

um estilo de vida saudável

Mantenham-me Informado

Quero conhecer as novidades e campanhas que têm para oferecer.